Pesquisa: Angola, Conexão a serviços básicos, Monitoria, 04/2011